Café #SímbolodaAmizade, o bom é compartilhar!

PARTICIPE

Compartilhe uma história que você participou ou ouviu em um momento de café

Envie para sabordahistoria@gmail.com

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Sabor da História - Locomotivas de Londrina

As festividades para comemorar o Dia do Pioneiro em Londrina (21/08) ocorreram com o clima  de preocupação e revolta de pioneiros e responsáveis pelo Museu Histórico de Londrina - Padre Carlos Weiss, onde já funcionou a ferroviária da cidade. O clima é devido uma determinação do Iphan - Instituto Brasileiro do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional que autorizou a transferência da locomotiva manobreira 101 de Londrina para Curitiba, onde existe projeto para o uso em circuito turístico pago. A locomotiva 840 recém restaurada e instalada no museu também corre esse risco.
Alunos do curso de História da Universidade Estadual de Londrina iniciaram a coleta de assinaturas em um abaixo assinado para revogar a decisão. A direção do museu relata que tudo foi decidido sem nenhuma reunião com os interessados antes de tomarem a decisão de transferência e que já existia um pedido de guarda por parte do museu.
Infelizmente essa é uma informação triste e preocupante, Sabor da História já visitou o Museu Histórico de Londrina como podem relembrar (clique para ver postagens anteriores) e constatou o cuidado e a importância dessas máquinas representam para população da cidade e toda região do Norte Pioneiro do Paraná.
Toda cidade deve ter o direito e dever de cuidar e ser responsável por sua história.

Fonte: Folha de Londrina - Folha Geral - 24.08.2015

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Sabor da História - O Prazer de Uma Boa Xícara de Café


O astronauta italiano Luca Parmitano ao responder um questionamento sobre sua estadia no espaço, mostrou o quanto o café pode ajudar no desenvolvimento, mesmo que seja indiretamente, na ocasião o profissional respondeu o que ele mais sentiu falta foi de "uma boa xícara de espresso". A partir disso foi desenvolvida uma máquina de espresso que já mencionamos em uma postagem (confira), além da máquina outro experimento que vai ajudar muito em pesquisas no espaço é a xícara de microgravidade. 
Apesar da criação surgir de uma resposta do astronauta Parmitano , quem realmente aproveitou do mais novo feito foi a astronauta Sra. Samantha Cristoforetti que no dia 03 de maio tornou-se a primeira pessoa a beber uma xícara de espresso no espaço.



quarta-feira, 22 de abril de 2015

Sabor da História - Painel do Café


Uma das mais belas obras de arte presentes em Maringá o Painel do Café, encontra-se entre as composições artísticas mais antigas, sendo que em 2016 completará 60 anos. 
Em fevereiro após reunião com representantes da prefeitura e das famílias Maiomone e Bruder, foi oficializada a doação da obra ao município, uma ótima notícia na preservação da história da cidade. Trata-se de um painel de azulejos que mede 2,4 metros de altura - 16 peças, por 7,5 metros de largura - 53 peças, total de 848 peças. Bendito foi o Sr. Américo Dias Ferraz, então fazendeiro, cerealista de café e dono do bar onde foi instalado a obra - Bar Colúmbia, ponto de encontro de cerealistas e políticos. A pintura representa a colheita do café sendo efetuada provavelmente em uma fazenda em Minas Gerais, devido as montanhas ao fundo, de possível propriedade do Sr. Américo Dias Ferraz.
O Painel do Café será transferido de lugar, estudos técnicos para essa remoção estão sendo realizados. A decisão do local onde a obra será reinstalada ainda não foi decidido, a Comissão Especial de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Maringá (CEPPHAC) vem acompanhando todo processo. O que está certo é que toda comissão quer que o painel fique exposto em local público e de fácil acesso.

O Painel do Café foi tombado em 2011 e está em situação de risco, dividindo espaço com um mercado de utilidades, portanto a doação e a notícia de transferência foram recebidas com alegria no meio histórico e quem ganha é a população e principalmente os apaixonados por nossa cultura cafeeira, importante peça no desenvolvimento econômico de diversas cidades e regiões.


Aproveite e confira outra postagem sobre a obra - Sabor da História 

O Artista
Waldemar Moral Sendin (In Memoriam)

Bar Colúmbia - Painel do Café ao fundo




Fonte: Secretária de Cultura de Maringá, Wilame Prado e Welington Vilanova.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Sabor da História - Food Bike


O conceito fast food está em crescente evolução, após o surgimento dos food truck, um novo formato de empreender surge, o food bike. O bacana é que Guilherme de Oliveira criou um food bike para venda de café e doces - Oliver Brown Coffee Shop.
Uma ideia ótima para atender o público que tem dificuldade de se ausentar por muito tempo do local de trabalho para tomar uma boa dose de café.

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Sabor da História - Vapor Vivo


       Acervo: Vapor Mínimo

Na história do nosso país temos muitos acontecimentos que ficaram marcados e dois deles foram fundamentais para o progresso e em muitas vezes andaram juntos, é o caso da cultura cafeeira e as estradas de ferro com suas gigantes de aço, as locomotivas a vapor.
Muitas cidades se formaram por causa das lavouras de café, com as altas produções, era preciso rapidez no escamento da safra, é quando surge a grande parceria com as estradas de ferro. Que além de transportar o Ouro Verde, trouxe desenvolvimento e mais cidades surgiam no percurso das linhas férreas, pessoas chegavam de diversas regiões e assim crescia a economia.
Toda essa evolução e desenvolvimento também teve seus dias de trevas. O café que proporcionou riqueza, sofreu com problemas com a falta de controle em sua produção e outro grande inimigo foram os problemas climáticos, em algumas regiões praticamente dizimou a cultura, como foi a geada negra de 75.
Nas estradas de ferro também ocorreram problemas, principalmente com o encerramento das atividades de transporte de passageiros, as locomotivas a vapor que presentearam com esperança e desenvolvimento foram esquecidas e abandonadas ao tempo e degradação. As linhas férreas não evoluíram mais, os investimentos são apenas para manter o pouco que restou. Mas a história é mais forte que as dificuldades. O café continua vivo, é a segunda bebida mais consumida no Brasil, fica a traz apenas da água, graças a paixão de muitos cafeicultores que não desistiram das lavouras.
Já as estradas de ferro principalmente as locomotivas a vapor, precisam mais ainda da paixão, em algumas cidades do Brasil é possível encontrar essas máquinas restauradas em exposição e até em funcionamento para passeios. Mas o número de locomotivas em estado de abandono mesmo quando em exposição é enorme.

        Acervo: Arnaldo Bottan

Um hobby pouco praticado no Brasil mas que pode conquistar mais pessoas na luta da preservação da história do transporte ferroviário é o LIVE-STEAM ou vapor vivo, são réplicas em escala menor das locomotivas que funcionam da mesma forma das gigantes de aço, ou seja, a base de vapor, causado a partir do aquecimento das águas da caldeira, através da queima de carvão mineral ou lenha (madeira).
Live-steam é um hobby que exigi conhecimento das máquinas “verdadeiras” e dedicação. Muitos dos praticantes possuem um vínculo com a história das locomotivas a vapor e isso é que fortalece a prática. Assim através desses brinquedos de gente grande que a história permanece viva e conquistando novos públicos.
Um grande praticamente e construtor de suas próprias réplicas é o Sr, Arnaldo Bottan, 69, um conhecedor das máquinas e principalmente da história, que vem repassando seus conhecimentos para os novos apaixonados. Bottan além de construir já dois modelos de locomotivas, possui outras peças e máquinas a vapor em sua oficina e também contribui com restauros.
Arnaldo possui vídeos na internet onde ele mostra o seu trabalho e os detalhes do funcionamento e características de cada locomotiva que construiu e reforça que para prática desse hobby é necessário ter paixão, pois demanda tempo e muita paciência.


OBS: Quer conhecer mais sobre o Live-steam e o trabalhado desenvolvido pelo Sr. Arnaldo confira em www.locomotivas.wordpress.com. Aproveite para curtir um pouco mais de Sabor da História Café (clique aqui). 

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Sabor da História - Expectativa de Aumento na Safra de Café do Paraná em 2015


Dois anos após uma forte geada que atingiu boa parte das plantações de café do Paraná, 2015 é um ano de esperança e crescimento para os cafeicultores que permaneceram com as lavouras. Espera-se para esse ano um aumento de 27% na área cultivada e alta de 86% na produção. 
Especialistas apontam que esses números se transformam em mais investimentos para cultura, com mecanização e renovação.

Fone: Folha de Londrina - Economia & Negócio 16 de janeiro 2015

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Sabor da História - A História Através das Novelas



Está no ar novamente a novela Rei do Gado, uma novela que mostra um pouco da vida na lida das plantações de café, onde muitos eram descendentes de Italianos e apostavam tudo que tinham nas lavouras, esse material começa e termina com a imagem das grandes plantações de café, apesar do nome ser Rei  do Gado.
A cultura cafeeira também está presente na televisão e principalmente viva na história do Brasil. 

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Sabor da História - Café & Bolinho de Chuva


Com as altas temperaturas no verão a quantidade de dias chuvosos é maior e com isso Sabor da História apoia uma dupla que cai bem nessa hora, o "café com bolinho de chuva" tudo de bom e que fica ainda melhor no encontro entre amigos. Compartilhe essa ideia, café #SímboloDaAmizade, o bom é compartilhar!